Feliz Natal, Feliz Ano Novo

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Querem se divertir um pouquinho esse ano ainda? Então dêem uma olhada nesse cartões animados.

Feliz Natal! Feliz 2010!

Grande beijo!

Casa em clima de Natal

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in ,

A casa já está em clima de Natal e eu estou muito feliz :D
Adoro Natal, a casa enfeitada com girlanda na porta, árvore grandona e com luzinhas na sala, luzinhas na sacada e outros detalhes espalhados pela casa (esses ainda não colocamos, estão no planejamento da mamãe).
A girlanda esse ano foi feita pela mamãe e por mim, óbvio, sou A ajudante para toda e qualquer invenção da minha mãe. Ficou linda e está na nossa porta já faz mais de semana. Ficou tão linda que as vezes nem gosto de olhar, mamãe achou estranho isso, até riu de mim, mas sei lá, me emociono hehehe
A inspiração foi tirada daqui, mas mamãe simplificou algumas coisas porque os seus dotes para trabalhos manuais não são assim óóó... aquela coisa ;)
Então, a girlanda fizemos já fazem algumas semanas e ontem foi o dia de montar a árvore e colocar luzinhas sacada. Só que... esse ano teve um segundo atrapalhante, ops, digo, ajudante... advinha quem?! Meu mano, o Pedro Pedrada Pé na Bola.
Sim, o guri colocou na cabeça que as bolas de enfeitar a árvore eram para jogar futebol. Pode? Então eu colocava as bolinhas, ele arrancava e saia chutando pela casa ahahaha
Até mamãe e eu conseguirmos fazê-lo entender que aquelas bolinhas não eram de fazer goool, foi um bom tempo, mas depois ele até que colabrou. Bem fofo!!!
No final, mamãe deu um toque final na árvore, espalhando melhor as bolinhas e colocando as luzinhas.
Só que... quando ligamos as luzinhas, o mano achou que era de comer e mamãe pegou ele paradinho na frente da árvore com um luzinha vermelha, em formato de bolinha, na boa. Tomou um susto e explicou que não pode, faz dodói e tals. Houveram mais alguns episódios, mas hoje parece que ele captou a mensagem: "Luzinha de árvore de Natal não é para comer."
No final da tarde, depois de deixar tudo lindo e ligado, fomos visitar a dinda do mano. Na volta passamos comer um pastel e ao chegar em casa, antes de subir, ficamos no pátio olhando as luzinhas da nossa sacada. Lindo, lindo ;)
Hoje quando chegamos em casa fomos eu e o mano abraçar nossa árvore :P
Esse desenho eu fiz hoje na escolinha sobre o dia de ontem, eu e o mano montando a árvore de Natal, eu colocando as bolinhas e ele arrancando.

Plantão de (muitas) notícias

0

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in


O mano é um menino muito falador, fala bastante para um menino de 1 ano e 10 meses. Acho que tenho sido uma boa estimuladora e professora. Fala muita coisa, não sabemos dizer o quanto do vocabulário dele é claro ou não, mas nós quatro nos entendemos quase que perfeitamente. Quando papai e mamãe não entendem alguma coisa, eu sirvo de tradutora ;)
Mamãe andou lendo os arquivos do passado e, não querendo me achar, eu falava mais coisas e já era mais espertinha que o mano nesta época hehehe Em compensação ele tem muito mais agilidade com as motocas que eu, diferenças dos sexos hehe
Mas no restante, é incrível ver como as coisas estão acontecendo para nós em um timing muito parecido, deixar de usar a banheira, a cadeira de papar, as birras e os chiliques. Faz parte, né?
Nossas preferências nos DVDs horas diferem, horas coincidem. Xuxa é algo que não rola mais por aqui, eu não curto mais e o mano acabou não curtindo...
- Gostamos do "Cocó" (Turma do Cocoricó), o mano prefere os clipes, eu as historinhas da turma do Júlio
- Eu adoro a Dora, os desenhos com estorinhas mais longas, filmes na Barbie
- O mano AMA o filme dos Carros... ama mesmo, mas eu num "guento" mais. Tem dias que acordo de manhã e ele e a mamãe já estão vendo o tal filme... tadinha da mamãe, acorda com as galinhas e ainda tem que ficar vendo filme de hominho. Me revolto e tomo meu mamazinho na cama. Depois mamãe consegue negociar com ele para vermos os desenhos do Discovery Kids ou do Nick (Superfofos e Dora).
- Eu durmo mais que o mano, mas o mano continua acordando cedo. Podemos dizer que na média ele acorda as 7h, alguns dias mais cedo outro mais tarde, mas dificilmente passa das 7h30m. Mas, como o mano deu bailinhos na madrugad até 1 ano, noites inteiras de sono sem interrupções já são festejadas ;) As vezes o mano me acorda pela manhã antes do que eu gostaria, mas fazer o que... sempre tem um mamá gostosinho me esperando ;)
- Resumindo, eu sou muito mais amiga da cama que o mano, desde bebezuca ;)
- Que mais... na escola tenho aprendido muitas coisas sobre como tratar melhor o nosso planeta, economizar água, separar o lixo... Inclusive essa semana aprendemos sobre a origem do papel e fizemos papel reciclado. Mamãe e papai acham isso muito legal e aproveitam a onda para reforçar a importância de desligar a torneira enquanto escovamos os dentes, não brincar muito no banho, desligar as luzes...
- Meu desafio do momento é o bambolê. Comecei a brincar nas aulas de educação física, gostei e mamãe comprou um para que eu possa brincar em casa.
- O banho tem sido um momento de diversão, apesar da mamãe relutar devido a muvuca geral que se instala no banheiro e do banho que ela toma,adoramos tomar banho juntos.
- Na real, na real, o mano não curte banhos muito longos. As vezes só molha o corpo e já quer "xaí". Lavar o cabelo é um a onda, porque a água escorre no "olo" e ele fica com os olhos fechadinhos esperando a mamãe ou o papai secar com a toalha.
- Ele acha o máximo ter "lelé" (chulézinho) no pé, a gente cheira e faz cara feia e ele ri muito.
- Falando em banho, hoje a gente estava tomando banho e o mano começou a fazer força para fazer cocô... ups... mamãe aproveitou a deixa e ofereceu o penico para o mano fazer a obra dele. E não é que ele fez seu primeiro cocô no penico?!? Muito legal, e eu que vi que ele realmente tinha feito e avisei a mamãe ;)

Enfim, a vida em família é pura emoção, diverão e ralação. Nos amamos muito, somos felizes, mas temos os momentos em que nos desentendemos para nos entender e seguir em frente.

Aia (quase) profissional

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Neste findi fomos a Canela para o casamento da Kelli, filha da Eva, a amiga e querida ajudante da mamãe nas manhãs de intensa muvuca aqui em casa :D
Mas o mais legal de tudo é que, mais uma vez, fui aia junto com a Rafa (netinha da Eva e minha amiga) e a filha de uma colega da Kelli. Com esse já foram 3 casamentos, e estou ficando fera nesse lance.
O casamento estava lindo, foi naquela igreja linda, de pedra, que está nos cartões postais da cidade. Mui chique, não? Meu currículo de aia tá ficando poderoso ;)
Olha só retrospectiva da minha carreira de aia (quase) profissional:


Bem, como adoramos passear na Serra Gaúcha, aproveitamos o pretesto e curtimos o final de semana, aproveitando os lindos dias que fizeram, com um friozinho na medida. Ficamos na Pousada dos Anjos, bonita e aconchegante, uma boa pedida. O mano, por ainda não ser um ser noturno, que curte baladas, foi para Passo Fundo com a vovó Janira na sexta e voltou na segunda com a dinda-vó Neusa.
Sentimos muito a falta dele, alguns passeios deixamos para fazer na próxima ida com ele, mas todos aproveitamos... nós lá e ele sendo o xodó dos vovôs, vovós, tios e tias.

Fotinhos do findi



Palavras atrapalhadas

0

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

O universo aqui de casa anda bastante relacionado com as palavras, mano aumentando seu vocabulário atrapalhado e eu diminuindo as palavras com as quais me atrapalho.

O mano já fala:
* naum (advinha o que é?)
* aô (alô)
* nenê (para dizer que é ele)
* uouô (vovô)
* uouó (vovó)
* Putzzzz
* Opa
* Al (Val, prô da escolinha)
* Dai (a outra prô da escolinha)
* ou (gol)
* baana (banana, que todo mundo vira-e-mexe confunde com mana)
* paum (pão)
* cuco( até pouco tempo, independente de querer água ou suco, o mano sempre pedia água e ai de quem não entendesse que era suco, agora aprendeu a diferença)
* guti (iogurte)
* Atuí (primo Arthur)
* ua (uva)
* mótu (moto, paixão do meu mano, depois da mamãe e de mim, óbvio)
* cauo (carro)
* boa (bola)
* pota (que serve para porta ou portão)
* bota (sapatinho que a dinda dele deu, que realmente parecem botinhas)
* doia (Dora Aventureira, aprendeu de tanto ouvir o desenho que é minha paixão ultimamente)
* mapa (do desenho da Dora também)
* mamom (mamão)
* Tata (tartaruga da escolinha, parada obrigatória na chegada e na saída da escola)
* Dudu (meu coleguinha, essa pegou assim do nada)
* Axo (achou)
* paá (para)

É bastantão, né? Afinal meu mano tem só 1 ano e 8 meses. Acho que vai puxar por mim, que falei cedo. Acho que também sou, além de inspiração, uma boa professora.
Ah! E qual foi a primeira mini-frase do mano?
- Paá Mana!!!

E eu, apesar de falar super bem e receber inclusive elogios no parecer da escolinha, ainda faço tenho algumas palavras atrapalhadas:
* nevina (neblina)
* educão fisíca (educação física)
* esculatura (escultura)
Poucas, né? Na verdade tem mais algumas, mas eu falo uma vez errado e percebendo o erro já aprendo o jeito certo, então nem dá tempo da mamãe gravar ;)

Voltamos

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

E então, depois de praticamente uma semana, voltamos para casa. Sabe voltar para casa é tudo bom, mas voltar da casa das vovós dá uma certa nostalgia. É que em casa de vó póóódi quase tudo, ver novela, dormir tarde, comer besteiras, brincar, brincar, conviver com primos e primas, tios e tias, bisavó. Ou seja, todo dia é sábado ou domingo. O que na verdade tanto faz, cada um escolhe o que gostar mais.
Ficamos super na boa, nos dividindo entre as casas das vovós. Nos comportamos super bem, ganhamos muitos elogios e a alegria foi garantida para todo mundo. Também, mesmo que não tenhamos sido tãoooo comportados assim, elas é que não iam nos entregar, né? Afinal, vó é vó ;)
A vovó Janira levou o mano cortar o cabelo, que estava grandão, ele ficou ainda mais lindão. Ganhou muitos elogios do cabeleireiro pelo bom comportamento.
Papai e mamãe, apesar da saudade imensa, tão imensa quanto o universo, também aproveitaram para descansar, recarregar e namorar, que bobos eles não são, né?
A volta foi por conta do vovô Justino de piloto e vovó Janira de co-pilota-babá-recreacionista. É porque na volta o mano mostrou a que veio e deu seu showzinho ;)
Chegamos e ficamos esperando papai e mamãe na casa do meu dindo, onde aproveitamos para dar uma brincadinha com o primo Arthur.
Papai e mamãe saíram do trabalho e foram voando, na velocidade que o engarrafamento permitiu, nos encontrar. O encontro foi uma alegria só, estávamos no quarto do primo e viemos correndo para os braços da mamãe e do papai. Maninho veio gritando: "Ah! Mamãe!"
Deste momento em diante o mano colou, literalmente na mamãe, foi até no banheiro com ela.
Quando chegamos em casa, tinha gelatina e bolinhos (cupcakes) de chocolate com cobertura feitos com todo amor e carinho para a gente.
Ainda tomamos banho antes de cair na cama. Coisa a boa a caminha da gente ;)
No dia seguinte, tudo voltou a normalidade, muvuca, barulho e muita alegria. Voltamos para a escola na boa, nem o maninho fez ceninha para ficar. Também a semana está ótima, muito sol, temperaturas amenas, então todo mundo fica no pátio brincando e curtindo esse clima de primavera.

Nós em PF ;)

2

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

É isso aí! Eu e meu mano fizemos nossas malas, pegamos e bus e fomos visitar a galera de Passo Fundo. Que acharam? Isso é que é independência hehe
Ok! Vou falar a verdade... É que vovô Jair e vovó Ione foram nos visitar neste findi. Então, depois de vários pedidos do vovô Jair, da vovó Ione e o aval do Papai, a mamãe liberou nossa vinda, solitos e bem acompanhados, para Passo Fundo.
Ah! E também foi a mamãe que arrumou as malas, claro que ajudei (um pouquinho) e cá estamos nós. Fizemos um pit-stop em Lajeado, ver a tia-vó Marilu e o tio-vô Edinho e esticar o corpinho.
A viagem foi ótima! O mano, que normalmente apronta com o papai e a mamãe, se comportou nota 10. Só para contrariar, né?
Assim que chegamos fomos matar a saudade da vovó Janira e da tia Jú. Agora eu estou aqui e o mano foi dormir na casa da vovó Ione. Sabe... elas nos amam, mas nós dois juntos é moleza não.
Mamãe já ligou cá e lá para saber da gente, fica lá cheia de saudade, mãe é mãe, mas também fica feliz porque estamos aqui curtindo a família.

Feliz Dia do Pais!

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Ontem, domingão beeeemm chuvoso, foi o Dia do Pais 2009. Mais um ano comemorando com meu papai queridão esta data tão especial. Os planos originais eram ir a Passo Fundo para que papai e mamãe também pudessem abraçar pessoalmente os pais deles, mas alguns imprevistos somados a coisa toda dessa nova gripe nos fizeram ficar por aqui mesmo. Fica para o próximo ano vovôs ;)
O domingão foi em casa mesmo, curtido papai, mamãe, a nossa casinha e todos (literalmente todos) os nossos brinquedos. Mega-super confusão na sacada-quarto-de-brincar.
Mas o que eu queria dizer, em meu nome e em nome do mano, é que não há presente que a gente dê a você papai que possa representar o grande amor que sentimos por você. Sabemos que roubamos legal a mamãe de você e "que quase que" monopolizamos 100% do tempo dela em casa, "modique" quando "devolvemos" ela no final do dia ela já está mais "pra-lá-do-que-pra-cá" :D
Mas ser pai é isso, né? É acima de tudo aprender a dividir, ficando com a menor parte, e mesmo assim amar incondicionalmente aqueles serzinhos lindos, fofos, sapecas, por hora uns docinhos, por outro uns chiliquetinhos, que passam a habitar sua vida desde que aquele exame diz: "Positivo".
E papai, assim ó, mesmo que a gente chame mais a mamãe e fique mais grudados nela, em hipótese alguma isso quer dizer que a amamos mais, certo? Agora a verdade sobre esse fato não podemos revelar, porque queimaria nosso filme com a mamãe hehehe
Enfim... PAPAI, TE AMAMOS!

Brincando com meu mano

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Então que enfim, depois de um ano e meio, brincar com meu mano começa a ser parte do meu dia-a-dia.
Quando ele nasceu - isso deve ser a decepção de toda(o) irmã(ão) mais velha(o) - e chegou em casa vieram com aquele papo: "Ele ainda é bebezinho e vai demorar um pouco para poder brincar com ele". Hunf!!!
Um pouco?!?!? Se isso é pouco, imagina o que é muito hehehe
Bem, então a gente, irmão mais velho cheio de paciência e esperança, vai esperando e o bebê vai crescendo, aí aprende a sentar, a dar risadinhas, a falar nenenês, a puxar os cabelos da gente, a gatinhar (hum... começa a fica mais divertido), a andar (mas aí eles são meio bambas e a gente tem que cuidar para não derrubar) e, um belo dia, ele está correndo junto com você, subindo no sofá, se atirando no chão com você, tentando pular na cama da mamãe e do papai com você.
Conseguem saber quem é quem na fotinho? :D

Enfim... você vira o ídolo do seu mano ou mana, tudo que você fizer, ele ou ela vai querer fazer igual e sua mãe e seu pai vão quase enlouquecer, mas também vão se divertir muito e amar vocês ainda mais, pela bela relação de irmãos que aquela aventura de ter dois (ou mais) filhos resultou. Um amor entre irmãos que vai durar a vida toda, uma cumplicidade que nada no mundo vai apagar, porque ter irmãos é nunca estar sozinho e ter sempre um porto seguro, uma referência.
Mamãe tem dois irmãos e uma irmã e adora tê-los em sua vida. Adora a bagunça dos almoços em família, daquela mesa cheia, de poder olhar em cada um e achar um pouco de si e saber que nela existe um pouco de cada um deles. E que todos eles, juntos, são a maior realização da sua mãe e do seu pai.
É por isso que mamãe sempre quis ter mais de um filho e sempre diz que se, e somente se, ganhar na mega quem sabe a fábrica reabra heheh


I love my mano

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Aqui em casa a gente curte muito o Discovery Kids, mas vez ou outra mamãe coloca no Nick Jr e foi numa dessas que descobri a Dora, e com ela comecei a me interessar por outros idiomas, em especial, o inglês.
A mamãe vai me ajudando, vendo o desenho comigo e me explicando. Assim, aos pouquinhos vou formando meu vocabulário em outra língua... já sei falar porta, janela, gato e cachorro. Não me perguntem porque essas palavras, mas vou perguntando para a mamãe como diz isso e aquilo, na maior parte das vezes ela sabe, e essas foram as primeiras palavrinhas que gravei na minha cabeça. Me arrisco ns cores, mas ainda não gravei nenhuma :D
E por falar em palavras... advinhem quem anda soltando a língua, meu mano amado, salve salve :D Ele anda tão fofo, ou melhor so cute hehe
Ele já fala:
* mamãi
* papaí
* maaaná (as vezes ele mistura mamãe com mana, fica uma cousa)
* abô (acabo)
* eti (essa foi uma das primeiras)
* tau (tiau)
* au-au (também está no top five)
* água (essa nem sei escrever como ele fala, mas é água)
* baa (bala)
Também já saiu um vovó para a vovó Janira no telefone, mas não houve repetição desde então.
E assim ele vai indo, prestando atenção na gente e a gente estimulando ele a perceber que pode se comunicar através de palavras também. É um novo mundinho que está se abrindo para o meu mano e adoro/amo poder viver isso com ele.

O blog dos manos

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

O meu blog, há um tempo, que não é mais só meu... é meu e do meu mano. Tudo bem que ele é meio preguiçoso e quem tem que postar sou "eu", mas enfim... agora o blog é nosso. Então, mamãe improvisou e criou um cabeçalho novo para o blog em nome dessa mudança.
Nesses últimos meses não tem sido fácil manter o blog atualizado, de modo que seja uma memória tão fiel dos fatos da nossa infância, que é o grande objetivo da mamãe, aliás... muitas vezes mamãe se questiona se essas memórias não deveriam ser restritas apenas ao acesso da família e amigos, coisas a se pensar...
A grande verdade é que há uma grande mudança na dinâmica de uma família quando ela passa de 1 para 2 filhos :D Se sua mãe achava que não tinha tempo, ela não sabia o que estava dizendo heheh Isso sem falar de outras que$tõe$
Mas tudo isso é compensado por uma quantidade infinita de alegrias e emoções que papai e mamãe sentem ao nos ver crescer, felizes, saudáveis, espertos. Sem contar no encanto que é ver a relação de irmãos nascendo e se fortificando. Claro que existem os momentos de briguinhas, disputas, ciúmes e afins, mas isso faz parte do pacote ;)

Jogando mico

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Ganhei de uma coleguinha o jogo do Mico e ontem, após o jantar, eu, mamãe e papai jogamos duas partidas do jogo do mico.
Primeiro eles me ensinaram como o joguinho funciona, depois começamos a jogar para valer.
Foi muito, muito legal, e bastante divertido :D
Eu me atrapalho toda para segurar as cartas e ver se a carta que peguei faz par com as que tenho na mão, mas não fiz feio. Querem saber o resultado da noite: Luíza 1 x Papai 1 x Mamãe 0
A mamãe pagou o maior mico, terminou as duas partidas com o Mico na mão ahahaha

PS1: Ontem mamãe levou eu e o mano no pediatra... Explico: eu vinha com uma tosse que não se resolvia, mas como o médico é longe "prá dedéu", mamãe ia tentando coisas leves, mas nada fez ela ir embora de vez. Aí ontem maninho teve muita tosse a noite e acordou febril, mamãe ressabiada que só depois da bronquiolite, deixou-o em casa e marcou médico para final da tarde. Aí como ia levar ele, me pegou na escola mais cedo e fomos todos ver porque de tanta tosse.
Saímos com receitas e hoje todo mundo já aparentava melhoras ;)

PS2: Apareci com as unhas pintadas de vermelho, todas não, só seis, porque quando a Prô viu, confiscou o esmalte da Raíssa... ahahah
Mamãe tratou de tirar ontem mesmo (sniff, sniff), tinha achado tão lesgal :D

Meu aniversário de 4 aninhos

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Esse ano, em especial, esperei ansiosamente o meu aniversário. Foram tantas festas no início do ano que queria logo que o meu aníver chegasse logo, mas lá em janeiro mamãe explicou que até chegar meu aniversário ia vir:
- o mês de fevereiro e nele teria o Carnaval
- o mês de março, quando a gente iria tirar férias
- o mês de abril e aí teria a Páscoa
- e então viria maio, o mês do meu aniversário!!!
A espera foi longa e em abril mamãe colocou um calendário na porta do meu guarda-roupa e todo dia eu acordava e riscava um dia.
Inicialmente eu queria uma festa grande, mas aí papai e mamãe me convenceram que seria mais legal fazer uma festa grande nos meus 5 aninhos, quando iria encher a mão.
Topei então fazer festa na escola esse ano, com a promessa de festão de 5 anos.
Fizemos também um almoço comemorativo no domingo e foi tudo muito muito legal!!!
Estou muito feliz com minha comemoração e por ter agora 4 anos.



As férias, a Páscoa e nós

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in , ,

Então... as férias já acabaram faz mais de mês :D e se não for agora, não vamos mais registrar como foram as nossas segundas férias com o mano. Sim, segunda, veja só que rapazinho ;)
As férias foram divididas em 3 partes: Praia, Casa e Passo Fundo

Na praia
Assim como o ano passado, fomos para Garopaba, curtir aquele lugar lindo. Mas esse ano o mano pode conhecer a areia, o mar, aproveitar. Ano passado era tão bebezuco que não foi nenhum dia para a beira do mar, sentir a brisa ao menos.
Vovó Ione e vovô Jair foram nossos companheiros nessa jornada, sim porque uma criança, que sou eu, e um bebê, que é meu mano, não é moleza não. heheh
No primeiro dia o mano não curtiu muito a praia, tinha nojo da areia, medo do mar, só queria saber do colinho da mamãe, mas depois de alguns dias... o guri se soltou. Não sabemos ao certo quanto de areia ele comeu, mas foi uma quantia significativa. No mar, todo mundo tinha que ficar de olho, porque ele apontava para o mar e ia, mar adentro. Tão fofo... aproveitou um montão.
Eu, esse ano, já era veterana na praia. Ganhei até uma prancha e peguei umas ondas.
Nós dois ficamos no maior bronze, segundo mamãe, umas delícias... E ela, branquela que é, vibra que herdamos a pele do papai e/ou do vovô Justino ;)
Em um desses dias, ganhei um passeio exclusivo com papai e mamãe em uma parque aquático em Floripa... muito tri, muitas piscinas, tobogãs, mamãe e papai pareciam crianças. Mamãe radicalizou, foi em um toboão mega-power-ultra alto e papai também se arriscou em alguns, mas acabou dando um mau jeito que o incomodou por semanas ahahah É a idade chegando...
Rolou também um pic-nic na beira de uma lagoa, na qual mamãe demorou muito para entrar e ficou pouquinho dentro d´água, ela tem umas nóias de entrar em lagoa, rio e afins. Diz ela que devem ser traumas de vidas passadas. Vai saber?!?
Ah! Não podia deixar de registrar que o mano castigou a vovó Ione, acordou quase todos os dias entre 05:00 e 06:00 da matina...
Mais um ah! Estavam lá também as tias-vó Darcila, Marilu e, mais para o final da temporada, Noemi. Todas irmãs do vovô Jair e muito queridas e divertidas.

Em casa
Depois de quase duas semanas na praia, ficamos alguns dias em casa. Mamãe aproveitou para marcar consultas, fazer arrumações e tals... coisa de gente grande, que não entende que férias deve ser 100% diversão.

Em Passo Fundo
Depois da parada em casa, rumamos para a casa da vovó Janira e vovô Justino, em Passo Fundo, para finalizar as férias e celebrar a Páscoa. Foi uma semana inteirinha curtindo a casa da vovó, acordando ela cedinho hehe, brincando na graminha, vendo o filme de tia Júlia, uma delícia. Só não deu para ir onde o vovô Justino trabalha, onde tem muitos animais, por causa da febre amarela... papai e mamãe ficaram com medo, pois não tomamos a vacina ainda.

Aproveitamos a estada para matar a saudade da tia Carol, brincar com o primo Davi, a prima vida, o primo Ricardo, o primo Mateus, visitar as bisas Adelina, Zefa e a tia-vó-bisa Tile.

Mamãe também levou eu e o mano para cortar os cabelos no cabeleireiro dela dos tempos passados... Eu cortei uns 2cm do meu cabelo, o que reduziu meus cachos significativamente :( Mas é que depois da praia, o cabelão estava difícil de domar... Acho que realmente meus cachos irão embora em breve.
No dia em que cortei, pedi para fazer uma chapinha, que mamãe deixou fazer um tantinho contrariada, mas minha maior preocupação era se eles voltariam depois ahaha

Ao longo da semana, também tivemos vários encontros lá na casa da vovó Ione, com a tia Noemi fazendo guloseimas.

Na sexta-feira Santa teve o tradicional peixe assado do vovô Justino e no domingão de Páscoa churrascão lá na casa da bisa Adelina.

É tão bom estar perto da família!!! São dessas lembranças de pequenos e doces momentos que construímos a nossa memória da infância que levamos para toda a nossa vida.

Primeira visita de uma coleguinha

5

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Esse ano comecei a querer convidar coleguinhas da escola para me visitar nos finais de semana. Então, a mamãe combinou a visita com a mãe da Helena para o sábado pós Carnaval. A Helena é minha coleguinha de escolinha desde que entrei lá, ou seja, somos amigas há quase 3 anos!
A mamãe e a mana dela vieram também e foi uma festa só. A mana da Helena é maior que meu mano, por conta disso não brincaram muito, mas tiveram algumas boas disputas por brinquedos ahah
A primeira coisa que quis mostrar para a Helena foi o Alecrim, na mini horta que temos aqui no prédio. Aproveitando que estávamos por lá, fizemos o papai nos levar nos balanço ;)
Quando voltamos pedimos para colocar fantasias e com ela ficamos o resto da tarde, a Helena escolheu a da Minie e eu a “velha de guerra” de Bailarina. Ficamos lindas, brincamos muito e cantamos muitas vezes a música do filme “Barbie Castelo de Diamantes”.
A tarde foi muito divertida, papai ajudou bastante, mamãe preparou lanche gostoso, que comemos no pátio do prédio.

Minha música do momento

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Maninho ganhou um CD de lembrancinha do primeiro aninho de uma coleguinha, enfeitado da Moranguinho, que faz parte das minhas personagens favoritas. Por conta disso, me adonei do CD e nele encontrei a música do momento, que diz assim: “... Bem, ó meu bem, não chore não vou cantar para você ...”
Há noite, antes de dormir, peço para a mamãe colocar o CD, pego um vasinho de flor da pano e canto a música com o tal vasinho na mão.
Gostei tanto da música que há dias ela não sai da minha cabeça, passo o dia cantando... já contagiei até minha prô nova com essa música. Ela adoooooora hehehe

Os primeiros passos

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Então, enfim, meu mano resolveu caminhar... O mês em que o mano saiu do estágio “gatinhar” para “caminhar” foi fevereiro. Ele iniciou o mês deixando a vovó Janira imensamente feliz, pois foi com ela que deu seus primeiros tímidos dois passinhos antes de cair de bumbum no chão.
E ficou nesses dois passinhos por um bom tempo, sendo que o local onde mais se soltava para essa mini-avetura era do cantinho do sofá que divide os ambientes da sala.
O próximo estágio foi o que mamãe chamou “Homem-aranha”, pois caminhava basicamente apoiado nas paredes, dava alguns passos sem apoio e “plaft” me grudava na próxima parede. Andava de monte ao redor da mesa também, me apoiando nas cadeiras.
E assim fomos indo todo o mês de fevereiro, até que no final de semana de 28/02 tomei coragem e comecei a me soltar das paredes e móveis, dando váááários passinhos sem apoio nenhum. Agora, que percebi que consigo, estou a cada dia aperfeiçoando essa minha nova habilidade, já consigo até perceber que tem algo no chão e preciso desviar (skill ainda não 100% dominado).
Papai e mamãe estão muito felizes, porque relembrar o quão fofo e emocionante é ver um bebê aprendendo a andar, aquele caminhar durinho, parecendo um robô, a expressão de alegria quando vários passos são dados sem queda. Além disso, eu estou bem pesadinho e a coluna da mamãe agradece essa nova conquista do mano ;)

A primeira grande arte do mano

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Foi no domingo... 08/03, horário das crianças tomarem banho... tudo combinado, primeiro o mano, depois me ;)
Mamãe deu banho no mano, com direito a brincadeiras, gracinhas e muitos beijinhos. Deixou o moço cheiroso, fraldinha noturna, pijama e cabelo lambido (mamãe tem mania de deixar os cabelos da gente bem lambidinhos depois do banho, comigo era a mesma coisa... hehe, qualquer dia coloco uma foto aqui para comprovar).
Deixou ele no quarto dele, brincando com um brinquedo que ele mesmo pediu, apontando seu dedinho gordinho e dizendo “exiii” (sua primeira palavra).
Chegou na sala e, como eu estava vendo pela milionésima vez o filme da Barbie que papai pegou na locadora, rolou aquela “negociação” para dar uma pausa no filme e eu ir tomar banho, conforme o combinado.
No meio do processo mamãe escuta um barulho de água... hummm... pára tudo: “Que barulho é esse?” Vai correndo para o banheiro e adivinhem quem estava bem belo e muito faceiro, de roupa e tudo, dentro da banheira? O meu mano sapeca!!!
Enquanto mamãe negociava comigo o menino resolveu dar uma reforçada no banho e, tchibum, entrou na banheira novamente. Será que ele achou que a mamãe não tinha lavado ele direitinho?

A Festa do Mano

1

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

A festa de um aninho do mano já passou faz um tempinho, mas vale o registro ;)
Como ele faz aniversário em um dia pouco convencional, a festa dele foi no dia 18/01, na casa de festas Brincalhão.
A festa estava linda, reuniu família e amigos, para "comermorar" o nascimento do meu mais fofo, amado e lindo irmão hehe
A festa foi das 11:00 às 15:00h e rolou a maior diversão, eu, particularmente aproveitei muito mais que ele, porque como ele ainda não caminhava, precisava ser levado nos brinquedos e não podia ir em todos... so sorry :D
Na hora da velinha também não me segurei e "meio que" tomei conta do momento hehe
O mano se comportou super bem, apesar de na semana anterior ter passado com febrinha. Chegou, brincou, recebeu seus convidados, depois almoçou e capotou no embalo do colinho da dinda-vó Neusa.
Quando acordou já era hora do parabéns... É big, é big, é big.
Então... na hora das fotos o mano protestou, foi possível tirar as básicas e depois ele protestou, queria aproveitar o final da sua festa, andar de motoca, escorregar e ganhar mais colinhos.
Quando a festa acabou, voltamos para casa, o mano capotou, eu e a tia Jú caímos na piscina e a mamãe, well, a mamãe não se aguentou e foi abrir os presentes... heheh
Ah! Tenho que deixar registrado que foi um dos dias mais quentes do ano, que ao sair da festa parecia estar entrando no inferno...

Colar de pérolas da Luíza

0

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in ,

Não pessoal, mamãe não abandonou definitivamente o blog, e também não ganhei um colar de pérolas (ainda...)
Na verdade, a vida de uma família de quatro é bastante agitada e, a medida que o mano cresce, fica mais ativo e requer mais atenção, então mamãe se divide entre nós, o papai, o trabalho, a família, ufa... e nasci mulher? Hellooo!!!
Well, então o blog acabou ficando como último item da listinha. Mas lamentamos que tantas coisas divertidas tenham ficado na memória, que não é tão segura como deixar registrado aqui.
Nesses últimos tempos, rolou muita coisa, teve a festa do mano, minhas férias com vovós e vovôs solita, Carnaval, mas marcar essa nova fase do blog, mamãe fez um search na memória pela palavra chave "pérolas de Luíza", o número de resultados foi tanto dá para fazer um "colar de pérolas". Sacou ;)

Pérola 1 - No pátio do prédio
Um final de dia, antes de terminar o horário de verão, chegamos da escola e fomos todos brincar no pátio do prédio. Papai estava envolvido com o mano, sua totoca e seus primeiros passo.
Mu e mamãe brincando de caminhar na mureta da caixa de pedrinhas (ex-caixa de areia). Olho para uma salinha cheia de aparelhos que fica em frente e pergunto:
[Luíza] Mamãe, para que servem estes aparelhos?
[Mamãe] Isso é uma sala de ginástica, são para fazer exercícios. E fazer exercícios faz muito bem para a saúde.
[Luíza] É?! então por que você não faz?
[Mamãe] Ah... veja bem, porque a mamãe ainda não tem tempo, mas...

Pérola 2 - Em um dia qualquer... na hora da janta ou almoço
[Sílvia] Luíza, é bem importante comer alface e outras saladas. Mamãe, quando tinha a sua idade era chatinha e não comia alface. Olha só, ficou baixinha, não cresceu.
Alguns dias depois, caminhando no pátio do prédio:
[Luíza] Mamãe, eu não vou mais comer alface.
[Mamãe] Por quê?
[Luíza] Porque eu quero ficar baixinha como você.
[Mamãe - tentando remendar] Ah! Mas alface é bom para muitas outras coisas também...

Pérola 3 - Na escola, pelo relato da professora
Crianças brincando na sala, professora preenchendo agendas...
[Luíza] Martina vocês está de saia e está aparecendo a sua calcinha!
[Martina] Não está não, nossa saia da escola tem esse esconde perereca (a saia tem uma calcinha fixa).
[Luíza] Não é perereca!
[Martina] É o que então?!
[Luíza] É Piriquita!
[Martina] Não é Piriquita, é perereca!
E então entra mais uma colega na história...
[Sofia] Parem de brigar, eu é que sei o que é! É Perereca Piriquita! Pronto!

Pérola 4 - Nos momentos de briga...
[Luíza] Mãe! Eu não gosto dessa voz... você está brigando comigo.

Pérola 5 - Brincando de médico...
[Luíza] Mãe, agora o médico vai te emiza (examinar).

Pérola 6 - Na janta... ventando muito lá fora.
[Luíza] Que ventão, né papai?
[Papai] Arã, é o papai do céu que está soprando lá em cima.
[Luíza] Não é não pai, é o ar.
[Papai... em pensamento] Só falta me dizer que é o ar em movimento.

Pérola 7 - No café da manhã...
[Mamãe] Pedro, não levanta na cadeira. Olha a mana, está sentadinha bem direitinho.
[Luíza] Vocês me aprenderam, né mamãe?
[Mamãe] Sim, meu amor, nos te ensinamos.

Pérola 8 - Na piscina...
[Luíza] Mamãe, vamos ir andando pela dobra da piscina?
[Mamãe] Sim, meu amor, vamos andando pela borda da piscina.

Parabéns Mano! 1 aninho :)

0

Posted by Luíza Saggiorato Cordeiro | Posted in

Meu mano escolheu uma data especial para nascer, dia 31/12, último dia do ano.
É uma data alegre, sempre haverá comemorações, família reunida, muita alegria, emoções, fogos de artifício. Mas será quase impossível promover uma festa de aniversário neste dia, ao menos agora que somos criança. Mais tarde, talvez, seja uma boa pedida ;)
Eu demorei para entender que hoje é o aniversário de verdade e que mais adiante haverá a festa, que será uma aniversário de mentirinha.
A verdade é que meu mano nasceu em dia de festa, trazendo mais brilho e encanto para nossa família, nos tornando mais unidos, maiores no amor e na alegria.
Mamãe diz que o ano teve seus altos e baixos, talvez mais baixos que altos, mas que é preciso valorizar os bons momentos, as alegrias de ter novamente um bebê nos braços, reviver momentos tão especiais e viver outros exclusivos alguns meus outros do mano.
Enfim, o dia 31/12 começou com balões espalhados pela nossa sala, sessão de fotos da fotógrafa mamãe, entreguei meu presente (sim, mamãe comprou, mas eu escolhi) para ele e ficamos por ali brincando e comemorando.
Depois mamãe engrenou a primeira e terminou de arrumar nossas malas para passar a virada com a família Cordeiro em Lajeado. Estava muito legal por lá!!! Só faltou alguém para eu brincar, porque o mano e o primo Ricardo ainda não são parceria para as minhas brincadeiras, são muito bebezucos.
Há alguns minutos de iniciar a contagem regressiva, cantamos parabéns para o mano e assopramos a velinha. O mano não bateu palminhas, que ele já sabe, acho que ficou tímido :)
Papai e mamãe tem fé que no dia ele irá bater muitas palminhas e mostrar, com aquele dedo godinho, que já tem 1 ANINHO :D
Depois foi 10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1... FELIZ ANO NOVO!
Que em 2009 a vida prossiga nos ensinando, que tenhamos todos muita, muita saúde, paz e amor no coração.